escala de plantão

4 afirmações que provam que a sua gestão de escala de plantão médico pode melhorar

Ter uma escala de plantão médico é fundamental para o sucesso de uma clínica e hospital, pois impede que os profissionais fiquem sobrecarregados e auxilia na gestão do empreendimento. Afinal, sabemos que quem trabalha na área da saúde possui uma rotina turbulenta e cansativa, visto que as instituições de saúde não param de funcionar. Além disso, a quantidade de pessoas envolvidas nesses locais é alta para que as demandas consigam ser atendidas, o que dificulta ainda mais esse processo.

 

São 24h por dia, que durante uma semana resultam em 168 horas, e ao final do mês 672 horas. Esse é um tempo precioso que precisa ser organizado de forma minuciosa para que assim, as necessidades dos colaboradores sejam supridas e cada um possa cumprir a sua jornada de trabalho sem que nenhum setor fique desamparado.

 

Assim, ficar responsável pela escala de plantão médico é uma tarefa complexa, pois requer muita atenção e planejamento para não esquecer nenhum detalhe importante. Pensando nisso, listamos 4 afirmações que provam que a sua gestão de escala de plantão médico pode melhorar. Vamos lá?

 

 

Seu planejamento fica sempre para a última hora

 

Não só na área da saúde, mas em todas, um planejamento bem estruturado e organizado é essencial para o sucesso de um negócio. E para gerenciar uma escala de plantão médico essa é uma função chave, pois é praticamente impossível tentar abranger todas as atividades necessárias para realizar um excelente atendimento aos pacientes sem uma escala de plantão médico eficiente.

 

Por isso, é de extrema importância que você não faça esse planejamento às pressas e com um prazo apertado, assim é possível organizar todos os fatores que precisam ser incluídos nesse processo, como, folgas, férias, licença dos plantonistas, imprevistos que possam surgir, entre outros.

 

 

Você não possui substitutos para a escala de plantão

 

Como falamos anteriormente, durante o desenvolvimento do planejamento das escalas de plantão é necessário estar sempre preparado para todos os problemas que possam surgir e consequentemente desestabilizar o fluxo de organização e trabalho das clínicas e hospitais. 

 

Por isso, nas suas escalas de plantão deve conter profissionais substitutos, evitando que caso algum destes não consiga exercer suas funções por alguma razão, você tenha pessoas de sobreaviso para atuarem imediatamente. A falta de substitutos, não apenas demonstra desorganização, como também gera transtornos e prejuízos.

 

 

O desempenho dos profissionais não é analisado

 

Isso mesmo. Analisar o desempenho dos profissionais que atuam na sua clínica e hospital é relevante uma vez que, segundo o código de ética Médica a ausência do médico designado ao plantão, bem como o abandono sem haver um substituto é considerado uma infração.

 

Portanto, o gestor responsável pela escala de plantão deve sempre informar aos profissionais as providências a serem tomadas em caso de falta de um dos plantonistas, bem como, verificar o andamento do trabalho dos médicos. Para isso, alguns pontos devem ser avaliados e servir de indicadores, como, a satisfação dos usuários do serviço, a produtividade no trabalho e o número de pacientes atendidos. Esses dados permitem o aprimoramento das próximas escalas de plantão, uma vez que ajuda a identificar quais processos e profissionais se adequam melhor a cada situação.

 

 

A escala de plantão é feita sem o auxílio da tecnologia

 

Atualmente, devido aos diversos avanços tecnológicos que temos visto na área da saúde, atividades que antes eram feitas manualmente e consumiam horas do nosso dia, já migraram para o universo virtual. Isso inclui, obviamente, as escalas de plantão!

 

E um dos segredos para tornar a rotina da sua clínica ou hospital menos complexa e mais dinâmica e fluida é usufruir de todos os benefícios que as tecnologias são capazes de proporcionar. Elas fazem com que as tarefas se tornem mais fáceis e rápidas de serem realizadas, por meio da automatização de processos repetitivos. Com um software certo é possível planejar e organizar as escalas de plantão em um menor tempo, e obter avaliações precisas, que contribuem para uma gestão assertiva.

 

 

Conheça uma das soluções MedSimples

 

A MedSimples sabe que salvar vidas é mais importante do que se preocupar com inúmeros processos burocráticos, por isso, nossa missão é proporcionar aos profissionais dessa área uma rotina de gestão organizada e descomplicada. Assim, uma das nossas soluções é o 

Gestor de Plantões, onde as escalas médicas podem ser feitas de modo muito prático, reduzindo pela metade as horas gastas em tarefas manuais e os custos administrativos.

 

 

Veja o vídeo que preparamos sobre o Gestor de Plantões

 

 

 

Além disso, em nosso site você encontra muitas outras informações sobre o potencial desta ferramenta e tudo que ela é capaz de fazer pelo seu negócio. Com o Gestor de Plantões MedSimples sua empresa tem acesso a um sistema completo, rápido e totalmente digital onde a escala de plantão é feita em tempo real com cadastro unificado na nuvem.

 

 

Gostou do nosso conteúdo? Acesse também o artigo “Escala médica: Como organizá-la de forma prática, ágil e eficaz” e veja como aprimorar ainda mais a sua escala de plantão.

 

pacientes

5 dicas para fomentar a satisfação dos pacientes em sua clínica ou hospital

Sabemos que qualquer empresa que almeja ser relevante precisa colocar o seu consumidor no centro do negócio, e quando se trata da satisfação dos pacientes em uma clínica médica ou um hospital, essa máxima não é diferente. Entretanto, por mais que na teoria essa tarefa pareça simples, na prática, estabelecer uma relação amigável e duradoura com os pacientes é um constante desafio para os profissionais. Afinal, estamos falando de um dos ativos mais importantes das organizações. Lembre-se, são os pacientes que irão gerar receita para a sua clínica ou hospital e fornecer feedbacks que ajudarão a aperfeiçoar os seus serviços e consequentemente divulgar sua marca.

 

E, em uma época onde o aumento da concorrência está cada vez mais acirrado, ter pacientes felizes e satisfeitos é essencial para se destacar em um mercado extremamente competitivo. Como diz Jay Baer, palestrante internacional sobre marketing e atendimento ao cliente, “Se você vende algo para alguém, você tem um cliente (paciente) hoje; se você ajuda alguém, você tem um cliente (paciente) para a vida toda”.

 

Assim, manter um contato direto com os pacientes, visando um melhor atendimento, é sinônimo de bons negócios e serviços de qualidade. Esta interação contribui e muito na fidelização dos pacientes já existentes e na aquisição de novos através de indicações. 

 

Confira as dicas que preparamos para você promover a satisfação dos seus pacientes na sua clínica médica ou hospital!

 

Dicas para deixar os pacientes satisfeitos na clínica ou hospital

 

Independente do tipo de negócio, o atendimento é sempre um diferencial quando se deseja deixar os clientes satisfeitos. E na área da saúde, principalmente, pois, além de um serviço de qualidade, espera-se também um acolhimento, visto que alguns pacientes ficam sensíveis ao receberem os diagnósticos. 

 

Portanto, algumas atitudes são imprescindíveis para fazer com que os pacientes sempre lembrem da sua clínica ou hospital de forma positiva. Veja algumas que listamos!

 

| Seja receptivo

Certamente você já ouviu a expressão “A primeira impressão é a que fica”, por isso, atendendo de forma online ou presencial é importante que os pacientes se sintam bem recebidos e confortáveis. Aqui, é o primeiro passo para conquistá-los ou afastá-los de vez. 

 

| Conheça as necessidades dos seus pacientes

Quanto mais informações você tiver sobre as necessidades, comportamentos e preferências dos seus pacientes, maiores são as chances de oferecer soluções que os deixem satisfeitos. E ninguém melhor do que os próprios pacientes para auxiliar você nessa missão, não é mesmo? As pesquisas são ótimas aliadas nesse processo.

 

| Invista no digital

Em uma época onde a tecnologia está revolucionando a área da saúde e as pessoas estão com cada vez mais pressa e menos tempo, implantar tecnologias que tornem os processos mais eficientes agilizando a assistência aos pacientes é um dos segredos para deixá-los satisfeitos.

 

| Tenha uma comunicação eficaz

Além dos itens mencionados acima, é fundamental salientar que uma comunicação eficiente é de extrema importância para ter pacientes satisfeitos. Dessa forma, é preciso explorar diversos canais, como sites, redes sociais, chatbots, entre outros.

 

| Conte com uma gestão ágil e efetiva

Contar com uma gestão ágil e efetiva em sua clínica ou hospital não somente contribui para controlar a organização e garantir a saúde das finanças do negócio, como também visa melhorar o serviço disponibilizado. Logo, seu objetivo maior é proporcionar a satisfação do cliente final, fazendo com que suas necessidades sejam cumpridas e, com isso, superando suas expectativas.

 

Pensando nisso, a MedSimples, fintech ativa no mercado desde 2018, tem o propósito de facilitar o dia a dia das clínicas médicas e hospitais, trazendo ao mercado soluções inovadoras como o gestor de plantões, que reduz custos, simplifica a operação dos plantões e otimiza o tempo da área da saúde para que os colaboradores fiquem dedicados ao que realmente importa: salvar vidas.

 

Que tal acessar o nosso site e conhecer todas as soluções que temos para a sua clínica ou hospital deixarem os pacientes sempre satisfeitos? Invista em uma rotina de gestão organizada, descomplicada e eficiente!!

Clínica médica

Clínica médica: Conheça os desafios administrativos e veja como superá-los

O sonho de muitos médicos é empreender e gerenciar a sua própria clínica médica, contudo, por se tratarem de profissionais especializados na área da saúde, por vezes acabam enfrentando problemas no que se refere à gestão e controle do negócio.

 

Essa tarefa requer diversas habilidades e responsabilidades como, visão estratégica, liderança, controle de estoque, fluxo financeiro e de várias outras demandas. Ou seja, não é nada simples administrar uma clínica médica, pois diariamente podem surgir imprevistos e empecilhos capazes de prejudicar não apenas os serviços prestados aos pacientes, mas também a sua imagem e reputação.

 

Logo, para estar à frente de uma clínica médica é necessário mais que boa vontade, mas, especialmente, disciplina e organização. São essas aptidões, juntamente com o monitoramento das ações administrativas que farão com que a sua empresa consiga alcançar as metas e objetivos planejados.

 

Pensando nisso, criamos esse conteúdo para apresentar a você alguns desafios administrativos enfrentados na gestão de uma clínica médica e como superá-los. Acompanhe!!

 

Por que a gestão da clínica médica é tão importante

 

Por uma razão fundamental: mesmo que ao abrir uma clínica médica o intuito do seu estabelecimento seja proporcionar a saúde e o bem-estar dos pacientes, assim como nos demais negócios, é impossível ignorar o papel da gestão. Todas as empresas e instituições necessitam de um gerenciamento eficaz para se desenvolver e gerar respostas positivas.

 

Poder contar com uma gestão competente da clínica é primordial não apenas para a obtenção de lucro, mas para que todos os processos sejam executados de modo eficiente.

Afinal, quando isso ocorre, sua visibilidade aumenta no mercado, contribuindo para de forma significativa para o crescimento da sua clínica médica.

 

Clínica médica: 5 desafios administrativos e como superá-los

 

Falta de metas

 

Siiiiiim, isso mesmo, a sua clínica médica precisa estabelecer metas. São elas que vão estimular e impulsionar o seu negócio. Definir seus objetivos e as datas para executá-los é imprescindível para que haja uma melhoria contínua da empresa.

 

Falta de controle das finanças

 

Ter o controle das finanças da sua clínica médica é a chave do sucesso do seu empreendimento. É por meio dessa atividade que você conseguirá manter seu negócio saudável e atingir novos patamares.

 

 

Falta de investimento em tecnologia

 

Investir em tecnologia é um dos segredos para que os processos administrativos sejam facilitados. Isso porque automatizar tarefas rotineiras permite dedicar o maior tempo em atividades estratégicas. Essa é uma das principais vantagens de contar com um software para auxiliar a gerenciar sua clínica médica. Tudo pode ser feito remotamente, e as informações da empresa ficam armazenadas na nuvem.

 

 

Falta de Marketing

 

Investir em Marketing Digital é colocar a sua clínica médica em uma vitrine, melhorando a visibilidade e autoridade da sua marca. Encontrar as estratégias certas para a comunicação da empresa é o melhor caminho para alcançar as metas estabelecidas.

 

 

Falta de organização dos plantões dos médicos

 

A escala médica pode ser uma pedra no sapato, por se tratar de uma tarefa complexa, entretanto, com o auxílio de um Gestor de Plantões como o da MedSimples, você consegue reduzir as horas gastas em tarefas manuais e os custos administrativos, com o suporte de uma equipe especializada. Para compreender melhor sobre a ferramenta, acesse o conteúdo “Escala médica: Como organizá-la de forma prática, ágil e eficaz”.

 

 

Que tal acessar o nosso site e conhecer todas as soluções que temos para a sua clínica médica? Invista em uma rotina de gestão organizada e descomplicada!!

Vantagens da terceirização na gestão de finanças para médicos

Gestão de finanças para médicos: Conheça as vantagens da terceirização

A missão de um médico é salvar vidas. Mas como alcançar equilíbrio entre as suas principais funções profissionais, que já exigem concentração e dedicação quase que integrais do profissional de medicina, com a “Gestão de finanças para médicos”? Uma resposta saudável é a terceirização dessa gestão. Vamos conversar um pouco mais sobre isso?

O que é Gestão financeira para médicos?

Quando falamos em “Gestão financeira”, estamos abordando o planejamento, o desenvolvimento e o acompanhamento administrativo das contas que atuam desde a elaboração de estratégias, prevenção de dívidas à organização das notas fiscais e à segurança da condução dos ganhos.

Essa gestão pensada para médicos corresponde aos contextos de clínicas médicas.

Importância de ter uma boa gestão financeira para médicos

A principal importância de se investir em gestão financeira é conseguir evitar estresses, perda de tempo, contas acumuladas e desorganização do fluxo de caixa. Uma boa gestão garante amplo gerenciamento das finanças e controle de despesas e lucros.

O que é necessário para estruturar as finanças de uma clínica?

De forma resumida, para você estruturar as finanças de uma clínica, precisa começar separando as despesas. Ou seja, nunca misture suas contas pessoais com as do seu empreendimento clínico.

Depois, adote tecnologias apropriadas para aprender a lidar com finanças. E se possível, capacite-se! Não é nada fácil lidar com números, nomes e contas.

O próximo passo é a definição das suas metas e dos seus objetivos profissionais. Saiba o que você espera do seu empreendimento, detalhe como vai buscar alcançar resultados. Estabeleça prazos e avalie seus progressos.

Outros pontos importantes são a análise constante dos investimentos prioritários que garantem a execução do seu trabalho e a anotação prévia dos impostos e tributos que entram nas contas do consultório. Deixe sempre seu fluxo de caixa organizado.

E, por fim, invista na divulgação da sua clínica. Mas tenha cuidado com os excessos. Marketing é importante, mas não pode se tornar uma dívida de peso sem garantia de entrada de recursos.

Como ser médico e gestor financeiro ao mesmo tempo?

Sabemos que a correria no dia a dia de trabalho das clínicas e hospitais, especialmente no que diz respeito à gestão de tempo, é constante. E ainda há necessidade de se manter atualizado profissionalmente.

Isto porque é notório os avanços da Medicina e a exigência cada vez maior de médico do futuro que acompanhem as transformações da área. Mas, como ser médico, adquirir novas habilidades, se manter atualizado e ainda cuidar do lado financeiro?

A terceirização da gestão de finanças para médicos surge como solução para evitar essas sobrecargas.

Como é possível terceirizar a gestão de finanças para médicos?

Existem empresas confiáveis com soluções inovadoras e simples que desburocratizam todo o processo e fazem essa gestão de forma segura enquanto você, médico, cumpre com o Juramento de Hipócrates.

Conte com a MedSimples

Através da MedSimples, é possível cortar pela metade as horas gastas em tarefas manuais e reduzir custos administrativos, com o suporte de uma equipe especializada em auxiliar nas decisões mais importantes do seu negócio.

Promovemos soluções através de tecnologia de ponta e inovadoras buscando facilitar a gestão financeira para médicos e instituições de saúde. A descomplicação da gestão, economia de horas em tarefas administrativas e os benefícios econômicos são alguns dos resultados encontrados com a nossa equipe. Entre em contato agora e invista no sucesso dos seus negócios.

 

Gestão financeira para médicos: 8 respostas de perguntas frequentes

Gestão financeira para médicos: 8 respostas de perguntas frequentes

Neste conteúdo iremos responder algumas perguntas sobre a gestão financeira para médicos e auxiliar esses profissionais quanto à gestão de suas carreiras. Confira!

 

Sabemos que as finanças são responsáveis pela vida de diversos negócios, independente do segmento a qual eles pertencem. Assim, contar com uma excelente gestão financeira é essencial para que uma empresa funcione corretamente e, também, esteja apta para superar todos e quaisquer problemas e desafios que possam surgir. 

 

E quando se trata da área da saúde, os propósitos financeiros também devem ser estabelecidos para que dessa forma o negócio também seja bem sucedido em todos os âmbitos. Afinal, além de ser um ótimo profissional e cuidar bem dos pacientes, é fundamental saber gerenciar suas finanças.

 

 

  • Por que a preocupação com a gestão financeira é tão importante para a carreira médica? A gestão financeira para médicos permite que os profissionais dessa área consigam gerenciar, de maneira eficiente, todos os aspectos relacionados às suas finanças ou negócios. Além disso, quando o dinheiro aumenta e trabalha ao seu favor, você pode se dedicar a outros investimentos, como, cursos e aprimoramentos em geral. 

 

  • Recém-formados: como lidar com as dívidas da faculdade de medicina? Levando em consideração os juros elevados cobrados pelos bancos e instituições, a melhor alternativa é optar pela negociação. É claro que os parcelamentos têm suas vantagens e em algumas situações, são inevitáveis. Porém, o mais indicado para ter as finanças saudáveis é deixá-los para quando forem exatamente isso: inevitáveis. 

 

  • Como planejar a vida financeira a partir da entrada na residência médica? Não existe uma fórmula milagrosa. Uma alternativa eficaz é se organizar e economizar.

 

  • Existe alguma solução digital para ajudar o médico na gestão de sua carreira e finanças? A MedSimples surgiu com o propósito de simplificar a vida de quem se importa e cuida da saúde das pessoas, pois acredita que nem tudo precisa ser complexo, e que há como eliminar as burocracias da gestão financeira para médicos. Pensando nisso, oferece diversas ferramentas para que a sua carreira esteja sempre bem estruturada financeiramente, como o gestor de plantões, que auxilia o profissional a encontrar trabalho em diversos hospitais em sua especialidade, através da tecnologia. Bem como, é capaz de gerir a vida financeira de forma prática e sem inúmeros processos.

 

  • Quais são as vantagens da Sociedade Limitada Unipessoal? A Sociedade Limitada Unipessoal é um modelo jurídico individual, caracterizada pela responsabilidade limitada que é atribuída ao único sócio proprietário, ou seja, o profissional que é responsável pela empresa não tem os seus bens pessoais entrelaçados com débitos do seu negócio.

 

Um dos grandes benefícios que esse estilo de PJ proporciona é a possibilidade de poder abrir o seu consultório sem sócios e ter seu patrimônio particular protegido. Como se trata de um empresa Limitada (LTDA), que não envolve sócios, dispensa o capital mínimo de 10 salários mínimos, como é no caso da Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI).

 

Esse formato traz várias facilidades como um valor acessível de abertura, ou seja, você não precisará mais integralizar valores altos na abertura do seu consultório, pois não existe nenhum valor de capital social mínimo e mesmo assim a proteção ao patrimônio pessoal individual é estabelecida.

 

  • Por que um médico deve abrir uma empresa? A gestão financeira para médicos visa reduzir o valor dos pagamentos gastos em impostos, proporcionar maior controle sobre a sua contabilidade, acesso ao crédito facilitado, flexibilidade da rotina, aumento no faturamento, e claro, ampliar as oportunidades no mercado de trabalho.

 

 

Gostou das nossas dicas? Interaja conosco e deixe seu feedback!

Médico autônomo: empreenda e abra uma empresa em 6 passos simples

Médico autônomo: empreenda e abra uma empresa em 6 passos simples

Já pensou em se tornar um médico autônomo? Neste conteúdo que preparamos iremos mostrar alguns benefícios de trabalhar como Pessoa Jurídica (PJ) e quais são os passos necessários para isso. Acompanhe!

 

Normalmente quando falamos em empreender e atuar de forma autônoma, muitos profissionais ficam receosos e inseguros por acreditarem que essa tarefa demanda inúmeras burocracias. Entretanto, atualmente é cada vez mais comum nos depararmos com médicos que optaram por aderir ao modelo de trabalho PJ, onde uma empresa, ou seja, um CNPJ em seu nome é criado sem que haja a necessidade de se ter sócios.

 

Essa modalidade tem sido vista como uma forma de reduzir o valor dos pagamentos gastos em impostos, ter maior controle sobre a sua contabilidade, acesso ao crédito facilitado, flexibilidade da rotina, aumento no faturamento, e claro, ampliar as oportunidades no mercado de trabalho.

 

Continue a leitura e fique por dentro do passo a passo que preparamos para ajudar você a se tornar um médico autônomo de forma simples e ágil.

 

Abra a sua empresa, sem precisar abandonar seus compromissos profissionais

 

A MedSimples sabe que ter o seu próprio CNPJ apresenta muitas vantagens, mas entende também que a rotina de um médico é intensa, exaustiva e todo o tempo que se tem jamais pode ser desperdiçado. Por isso, para incentivar e auxiliar você a se tornar um médico autônomo, desenvolvemos a PJtize.me. 

 

Enquanto você salva vidas, a PJtize.me:

 

  • Proporciona soluções completas de apoio administrativo, exclusivo para os

profissionais de saúde;

 

  • Disponibiliza um atendimento personalizado, com uma equipe de

especialistas prontos para resolver seus problemas e esclarecer dúvidas;

 

  • Reduz em até 60% a carga tributária sobre o seu faturamento;

 

  • Além disso, os agentes PJtize.me ficam responsáveis por retirar documentos, colher assinaturas e realizar todos os processos. Em 10 dias úteis, no máximo, todas as etapas para a abertura da sua empresa estarão completas.

 

Passo 1: Você acessa o site PJtize.me e se informa ainda melhor sobre os serviços;

 

Passo 2: Conheça os planos PJtize.me

 

Passo 3: Clique em “ABRIR EMPRESA”

 

Passo 4: Autorize a abertura da empresa e cadastre a documentação

 

Passo 5: Assine os documentos

 

Passo 6: Pronto, agora é só esperar o registro na entidade de classe e a emissão do seu certificado.

Viu como com a PJtize.ME é prático e descomplicado se tornar um médico autônomo?

Leia também o nosso artigo sobre CNPJ ou PF na carreira: qual a melhor escolha!

7 dicas para se tornar um gestor hospitalar excelente e diferenciado

7 dicas para se tornar um gestor hospitalar excelente e diferenciado

No post de hoje separamos dicas eficientes sobre o trabalho do gestor hospitalar e apontamos um caminho para que você melhore os processos em sua área. Confira!

 

Ser um bom gestor hospitalar não é uma atividade simples, afinal, requer uma série de habilidades e competências, especialmente no que diz respeito à organização, planejamento, entre outros. São inúmeros os desafios aos quais esses profissionais precisam lidar diariamente. Um deles é o avanço das tecnologias, que exige aprendizados e atualizações constantes. Além disso, é preciso muito discernimento e jogo de cintura para driblar todos os imprevistos que surgem na rotina de uma clínica ou um hospital e precisam ser resolvidos imediatamente. Mas, como efetivamente ser um bom gestor hospitalar?

 

Ser um bom gestor hospitalar não significa somente solucionar problemas administrativos, é ainda mais abrangente, pois envolve também o bem estar e a qualidade de vida dos pacientes.

 

Pensando nisso, listamos algumas dicas essenciais para você que deseja se tornar um gestor hospitalar ainda mais qualificado, diferenciado e bem sucedido. Acompanhe!

 

 

Quais são os principais desafios de um gestor hospitalar?

 

É fundamental que um gestor hospitalar domine todos os processos que envolvem o gerenciamento das instituições e estabelecimentos e seja o responsável pelas decisões. Dessa forma, fica visível as complexidades e peculiaridades deste trabalho.

 

Logo, o intuito maior consiste em superar as dificuldades do cotidiano sem deixar de lado os objetivos a serem alcançados. Confira os maiores desafios enfrentados por um gestor hospitalar!

 

  • A necessidade de investir em tecnologias com o propósito de garantir o atendimento de excelência, e assim, possibilitar a integração entre os departamentos;

 

  • A padronização da comunicação entre as lideranças e os demais profissionais para que os procedimentos sejam executados de modo padronizado e consequentemente seguro;

 

  • Controle dos gastos para evitar despesas desnecessárias coibindo o desperdício e o mau uso dos recursos;

 

  • Medidas para evitar as infecções dentro do hospital através da educação dos colaboradores, incutindo neles a relevância de seguir boas práticas, visando a saúde e segurança de todos.

 

7 dicas para ser um excelente gestor hospitalar

 

Incentive a excelência no atendimento

 

Lembre-se sempre: cada vez mais as pessoas e instituições têm valorizado a humanização dos serviços e atendimentos, afinal, cada pessoa é única e deseja se sentir assim.

 

Seja analítico

 

Possuir um perfil analítico é primordial para ser um excelente gestor hospitalar, pois é de extrema importância que este profissional esteja apto para analisar todos os dados e consequentemente utilizá-los de forma adequada para sugerir soluções e embasar suas decisões.

 

Esteja sempre atualizado e em constante evolução

 

A área da saúde está em constante transformação. A cada dia, novas técnicas e metodologias surgem no mercado e o gestor hospitalar precisa estar sempre atento e atualizado em relação a essas transformações.

 

Nesse sentido, procure investir em cursos nas áreas de gestão, finanças e administração, focados em serviços de saúde. Assim, você estará mais preparado para lidar com as especificidades desse mercado.

 

Seja organizado

 

A organização deve ser uma prática não apenas do gestor hospitalar, mas de todos os profissionais. É essa atitude que possibilita que as tarefas sejam sempre realizadas com qualidade e segurança, evitando que haja negligências.

 

Valorize a flexibilidade e empatia

 

Um gestor hospitalar que consegue ser flexível e busca solucionar os transtornos se colocando no lugar do outro tem mais facilidade para compreender as necessidades e demandas dos usuários e, assim, propor as melhores soluções. Bem como, consegue manter seus colaboradores sempre integrados e dispostos a ajudarem uns aos outros.

 

Fique de olho nos indicadores de desempenho

 

Essas ferramentas são importantíssimas para medir, acompanhar e avaliar a performance de determinados processos. Nas instituições de saúde, elas colaboram para o monitoramento das metas e para auxiliar o gestor hospitalar nas tomadas de decisão.

 

Invista em tecnologia

 

Investir em tecnologia é um dos segredos que faz com que todas as demais tarefas citadas se tornem mais fáceis e rápidas de serem realizadas. Um gestor hospitalar que conta com os softwares certos não apenas facilita os processos da rotina dele, como de todos que o cercam. Os recursos tecnológicos simplificam e agilizam processos, possibilitam avaliações precisas, ajudam a entender os anseios e o perfil dos pacientes, entre outros diversos benefícios. 

 

Em uma época cada vez mais tecnológica, no qual as informações chegam até nós em tempo real e por meio dos mais diversos recursos de comunicação, tornou-se inviável realizar a gestão hospitalar sem o auxílio de uma ferramenta digital. 

 

Por isso, pensando em simplificar a sua rotina de gestão hospitalar, deixando-a organizada e descomplicada, a MedSimples desenvolveu um Gestor de Plantões que oferece inúmeros benefícios. Leia o texto Gestão Hospitalar: conheça uma ferramenta para torná-la mais eficiente e entenda como ela funciona.

 

Para facilitar a rotina do gestor hospitalar, deixando-a organizada e descomplicada, escolha a tecnologia MedSimples e conte com um sistema completo. Acesse nosso site e saiba tudo sobre o Gestor de Plantões!

Escala médica: Como organizá-la de forma prática, ágil e eficaz

Escala médica: Como organizá-la de forma prática, ágil e eficaz

A escala médica pode ser uma pedra no sapato para os gestores, por se tratar de uma tarefa complexa. São muitos profissionais, com jornadas e especialidades diferentes. Além de todas as questões ligadas à performance dos colaboradores, há ainda exigências legais que devem ser rigorosamente seguidas, as quais podem, por vezes, não serem atendidas por equívocos ou desorganização. Dessa forma, é essencial administrar de maneira assertiva a escala médica.

 

Todavia, nem sempre esta é uma tarefa simples. Existem muitos casos em que a jornada de trabalho possui fatores que complicam o acompanhamento, e, para dificultar, algumas organizações ainda utilizam formas ultrapassadas de gestão.

 

Mas, como fazer então uma escala médica que seja realmente eficaz? A resposta está na gestão de plantões. Siga a leitura e confira as dicas que separamos sobre o tema!

 

Escala médica: 5 dicas para otimizar essa tarefa

 

 

1] Conheça as exigências legais

 

Esse é o ponto de partida para quem deseja organização e sucesso em uma escala médica. É primordial que o profissional de Recursos Humanos (RH) conheça a fundo a legislação específica sobre a jornada de trabalho destes profissionais.

 

 

2] Esteja ciente quanto às necessidades da empresa

 

Além da legislação vigente, é imprescindível conhecer todas as necessidades do negócio. Afinal, qual é a jornada realizada hoje? Ela atende os objetivos globais da empresa? Muitos aspectos devem ser levados em consideração para uma escala médica que atenda às partes.

 

 

3] Respeite os períodos de descanso

 

Pausas, folgas e férias não devem nem podem ser ignoradas. Não somente para estar em conformidade com a legislação, mas, especialmente,  para que os colaboradores se sintam respeitados.

 

 

4] Comunique as informações

 

Insira os colaboradores no processo e mantenha-os informados sobre suas escalas. Sendo assim, use os canais de comunicação para esclarecer dúvidas e evitar descontentamentos. O importante é a transparência, sempre!

 

 

5] Invista em um Gestor de Plantões

 

Para uma rotina de gestão organizada e descomplicada na área médica, escolha a tecnologia MedSimples. Através do Gestor de Plantões, corte pela metade as horas gastas em tarefas manuais e reduza custos administrativos, com o suporte de uma equipe especializada em auxiliar nas decisões mais importantes do seu negócio.

 

 

Acesse o nosso site e fique por dentro de tudo que essa ferramenta é capaz de fazer pelo seu negócio! O Gestor de Plantões MedSimples é um sistema completo, rápido e totalmente digital onde sua escala médica é feita em tempo real com cadastro unificado na nuvem.

A relevância da gestão de tempo nas clínicas e hospitais

A relevância da gestão de tempo nas clínicas e hospitais

Sabemos da correria que acontece no dia a dia de trabalho das clínicas e hospitais, especialmente no que diz respeito à gestão de tempo. Pensando nisso, preparamos este conteúdo com algumas ações para que os gestores possam auxiliar os colaboradores a superar este desafio. 

 

Basicamente, a gestão de tempo consiste no processo de distribuição dos horários disponíveis entre todas as demandas que devem ser realizadas nas instituições. É importante salientar que contar com as ferramentas adequadas ajudará a otimizar de forma significativa o expediente e as tarefas rotineiras. Isso ocorre, pois, quando há a automação de atividades repetitivas a equipe consegue destinar mais tempo a tarefas que realmente não podem ser automatizadas. Continue a leitura e descubra como melhorar a gestão de tempo do seu negócio!

 

Quais as vantagens de se fazer uma boa gestão de tempo?

Investir nas mudanças corretas é essencial para que a sua clínica, hospital ou centro médico se torne mais produtivo e eficiente. É importante ter ciência de que o propósito da gestão de tempo é proporcionar um um bom aproveitamento e desempenho em todas as etapas do seu dia. Veja algumas das principais vantagens de fazer uma gestão de tempo adequada:

 

  • Maior produtividade e eficiência
  • Uma melhor reputação profissional
  • Capacidade de realizar objetivos
  • Entregas nos prazos
  • Finalizar projetos que normalmente ficam incompletos
  • Organizar melhor cada setor e as suas atividades
  • Otimizar o seu tempo

 

Como colocar a gestão de tempo em prática?

Agora que ficou claro o que é a gestão de tempo, bem como as suas vantagens para um cotidiano mais eficaz, vamos mostrar como colocá-la em prática. E por mais que essa pareça uma missão difícil, e é, tudo que é preciso é disciplina e muita organização. Confira algumas dicas de como aplicá-la em sua clínica ou hospital.

 

Defina as prioridades

Independente da quantidade de demandas que você precise executar, defina quais são as prioridades. Isso é fundamental para determinar qual deve ser feita primeiro e qual pode ser adiada. Uma excelente maneira de fazer isso é classificando as atividades em categorias como, urgente, intermediário, entre outras.

 

Crie um planejamento 

Essa é a base de tudo, afinal, quando as prioridades são estabelecidas e organizadas, você consegue realizar as tarefas com maior êxito.

 

Conte com a tecnologia

Atualmente, existem diversas ferramentas que visam o auxílio da gestão de tempo e auxiliam no planejamento e execução das atividades, além de sistemas capazes de automatizar os diversos processos de Recursos Humanos (RH). Um deles é o Gestor de Plantões da MedSimples, que tem como objetivo ajudar na rotina da gestão de tempo, deixando-a organizada e descomplicada. Acesse o nosso artigo “Gestão Hospitalar: conheça uma ferramenta para torná-la mais eficiente” e fique por dentro dos benefícios que o Gestor de Plantões oferece. 

 

Gostou das nossas dicas? Não esqueça, ter o auxílio da tecnologia para conseguir se organizar e otimizar as tarefas é uma ótima forma de aprimorar a gestão de tempo, e nós, da MedSimples, temos a solução perfeita para você. 

Gestão de hospital: 3 erros frequentes que você nunca deve cometer

Gestão de hospital: 3 erros frequentes que você nunca deve cometer

A gestão de hospital é um dos processos mais importantes da instituição. Isso ocorre devido ao fato da gestão quando eficiente ser capaz de fazer o hospital atingir suas metas, ampliar a qualidade dos serviços de saúde e, consequentemente, aumentar a sua receita. Entretanto, os benefícios de uma gestão de hospital saudável não param por aí. Quando ela é reconhecidamente satisfatória isso passa a ser um fator preponderante no momento de escolha dos pacientes por uma entidade de saúde. Simultaneamente, constitui também uma vantagem para que o hospital possa negociar acordos de trabalho com os profissionais. Assim, aperfeiçoar, aprimorar e investir na gestão de hospital é o caminho para manter processos operacionais em pleno funcionamento e melhorar o desempenho da instituição. Pensando nisso, listamos os principais erros cometidos na gestão de hospital para que você não os cometa. Acompanhe!

 

NÃO investir em tecnologia

 

Os processos administrativos e de funcionamento de uma clínica ou hospital devem ser de total controle do gestor de hospital. A utilização de tecnologias como a telemedicina, prontuários e laudos eletrônicos podem garantir agilidade e otimização do tempo dos funcionários, aumentar o controle do fluxo de caixa e oferecer serviços com excelência aos pacientes.

 

NÃO automatizar os processos

 

Automatizar os processos pode facilitar ainda mais o tempo e o custo que os profissionais, o hospital ou a clínica terão para acolher a jornada do paciente.

A automação oferece informações e análise de dados simples e complexos de uma forma imediata e facilitada com o uso da tecnologia. Assim, otimiza o tempo na procura de prontuários, agendamentos e encaminhamentos feitos no papel, por exemplo.

Outro aspecto relevante que a automação de processos traz aos hospitais e clínicas é a reestruturação da gestão de hospital na melhoria das atividades dos colaboradores.

 

NÃO aprimorar a gestão de horas extras

 

Desde que a busca por qualidade de vida e uma rotina mais sustentável dentro do ambiente de trabalho se tornou pauta nas empresas, fazer a gestão de horas extras trouxe benefícios ao negócio, seja na formação de uma equipe mais motivada ou no aprimoramento das rotinas de trabalho internas.

 

Um cuidado mais atento com essa questão também fez as empresas se voltarem para o orçamento. Uma gestão de horas extras eficiente também acaba poupando gastos adicionais que oneram a folha salarial.

 

O Gestor de Plantões MedSimples é a solução perfeita

Para simplificar a rotina da gestão de hospital, tornando-a cada vez mais ágil e eficaz, a MedSimples desenvolveu um Gestor de Plantões que oferece diversas vantagens. Acesse o nosso conteúdo “Gestão Hospitalar: conheça uma ferramenta para torná-la mais eficiente” e fique por dentro de tudo que o GP Medsimples pode proporcionar.

 

Entre também no nosso site e conheça todos os serviços que a MedSimples possui.