Saúde 5.0: conceito, valor e transformações para o setor

30/11/2020

Tecnologias como Internet das Coisas (IoT), smartwatch, teleconsulta, telemedicina e Inteligência Artificial são alguns dos principais recursos incorporados no mais novo conceito de saúde dessa era: a Saúde 5.0. O mundo está em constante evolução, especialmente por conta do avanço da tecnologia nos últimos anos. Para acompanhar essa mudança, o setor da saúde tem se reinventado levando em consideração todo suporte e cuidado que deve ser oferecido ao seu principal foco, o paciente.

 

Na Saúde 5.0 amplia-se o conceito de integração para conectividade, ou seja, agora não há apenas sistemas integrados com a disponibilidade de informações para a tomada de decisão (conceito de Saúde 4.0), mas sim a conectividade de diferentes sistemas e dispositivos que permitem monitorar e orientar pacientes, médicos e enfermeiros. Por meio dos recursos disponíveis na Saúde 5.0, é possível proporcionar maior autonomia e qualidade de vida aos pacientes que já estão ou precisarão de algum tipo de tratamento médico.

 

Revolução digital e mudanças promovidas pela Saúde 5.0

 

Você já ouviu falar nessa expressão “Saúde 5.0”? É uma revolução que promete colocar o mundo ao nosso favor e reposicionar as tecnologias que criamos em nosso próprio benefício, visando melhorar a qualidade de vida. 

 

Ou seja, enquanto a Indústria 4.0 se centra, essencialmente, nas fábricas, a Sociedade 5.0 procura posicionar o ser humano no centro da inovação e transformação tecnológica. A nova era passa pela compreensão de que tudo no futuro estará conectado e que a sociedade terá que ser adaptável. De que forma? Investindo (e muito) em inteligência artificial, robótica, Big Data, em caminhões autônomos e em entregas com drones.

 

No entanto, ideia de Saúde 5.0 vai além da busca por maior produtividade e eficiência dos processos com o auxílio de redes de internet, sensores e microchips. Trata-se sim da convergência de todas as tecnologias com o objetivo de facilitar a vida dos seres humanos. 

 

Na medicina e enfermagem, por exemplo, os robôs serão fundamentais para encarar o desafio do envelhecimento da população e auxiliar os profissionais em suas rotinas e procedimentos intensos e complexos.

 

Gostou do nosso post? Interaja conosco e deixe a sua opinião sobre a Saúde 5.0!

Comentários