Inovação em saúde: os olhos do mundo estão atentos às health techs

08/09/2020

Atualmente as startups representam uma inovação em saúde. Mas o que significa este termo? A palavra Startup é utilizada em inglês para definir as empresas que ainda são jovens ou recém-criadas e apresentam grandes possibilidades de crescimento.

Uma startup é caracterizada por ser um negócio escalável e que cresce de uma forma muito mais rápida e eficiente em comparação a uma pequena ou média empresa tradicional.

Dessa forma, as pequenas e médias empresas entram no mercado depois de investir uma determinada quantia de dinheiro e, de modo geral, precisam esperar um pouco para começar a aproveitar os benefícios. Já as startups fazem exatamente o oposto: entram no mercado para buscar capital e utilizam as tecnologias digitais para crescer e encontrar financiamento.

E para atuar no setor da saúde não é mais necessário ser formado em algum dos cursos tradicionais ligados à área. Hoje, é possível empreender e trazer inovação em saúde que impactem positivamente o setor ao desenvolver ideias e serviços que gerem valor para o cliente.

Por isso, o que vemos são cada vez mais healthtechs (health de saúde em inglês e tech, abreviação de technologia), startups que aliam tecnologia para fornecer serviços de inovação em saúde sendo criadas.

E tem muitas novidades e soluções tecnológicas para esse setor. Sendo assim, no post de hoje conversaremos sobre o universo dessas startups e porque estão chamando tanta atenção no mundo inteiro. Acompanhe!

 

O que são startups health techs?

 

Basicamente são aquelas empresas que buscam e desenvolvem inovação em saúde, por meio de tecnologias para aprimorar o sistema desse setor e tudo que o envolve. Portanto, a forma como eles são valorizados e consumidos trazem melhorias para a oferta de serviços de saúde.

É importante salientar que as startups são modelos de negócio com características distintas do restante do mercado: seus produtos e serviços devem ter escalabilidade, facilidade para replicar a ideia e apresentar um diferencial inovador mesmo em um cenário de incertezas.

 

Que inovação em saúde as health techs oferecem?

 

Todas elas são criadas com o propósito de proporcionar inovação em saúde e solucionar problemas que afetam essa área. Inovações tecnológicas impactam nossas vidas de forma irreversível, influenciando até mesmo o modo como cuidamos da saúde. 

Um exemplo disso são as health techs, empresas com propostas inovadoras e disruptivas nesse setor. Essas startups estão promovendo uma verdadeira revolução, trazendo uma nova maneira dos consumidores interagirem com os serviços médicos. Elas oferecem soluções em diversas frentes, como produtos farmacêuticos e sistemas de organização, além de dispositivos que buscam identificar, controlar ou até mesmo resolver problemas de saúde.

 

PREVENÇÃO, A GRANDE APOSTA DAS HEALTH TECHS

Visando acompanhar e monitorar a saúde antes mesmo do surgimento de qualquer sintoma, a tendência de tecnologias digitais de prevenção se mostra cada vez mais forte. 

Gradativamente, novas soluções que facilitam o acesso aos cuidados médicos são desenvolvidas e oferecidas às pessoas para que tenham a possibilidade de monitorar e acompanhar os dados relacionados ao próprio corpo. Esse foco de mercado é uma das grandes apostas de quem investe em inovação em saúde.

 

TECNOLOGIA A SERVIÇO DO DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO MÉDICO

As tecnologias focadas no diagnóstico buscam melhorar a precisão e atuação na descoberta de doenças, aproximando o paciente ao sistema de saúde. Elas oferecem um acompanhamento em tempo real sobre a saúde do paciente via dispositivos de diagnóstico capazes de detectar precocemente as doenças.

Assim, aplicativos voltados a diagnóstico oferecem o histórico médico do paciente, diagnósticos anteriores, medicamentos utilizados, planos de tratamento, datas de vacinação, informações a respeito de alergias, imagens de radiologia/ultrassom, resultados de exames de laboratório, entre outras informações médicas. O acompanhamento desse histórico pode aumentar a precisão e a rapidez de um diagnóstico.

A inovação em saúde também irá mudar a forma com que as doenças são acompanhadas e tratadas. E o campo de atuação nesse segmento é muito amplo. As soluções são inúmeras e podem estar voltadas ao tratamento de uma doença com maior eficiência e menores efeitos colaterais.A ideia é aumentar a aderência do paciente ao tratamento ou ainda desenvolver plataformas para a comunicação entre médico e paciente.

 

Inovação em saúde: Tendências para o setor de health techs

 

Entre elas estão inteligência artificial, telemedicina, saúde da mulher, saúde mental e medicina regenerativa. Confira!

 

Health Techs de inteligência artificial – São as startups com modelos de negócio no formato Software como serviço (SaaS ) para clientes do setor de saúde ou que utilizam Inteligência Artificial (IA) para desenvolver produtos para o mercado de saúde. 

 

Telemedicina – É o uso da tecnologia para prestar serviços clínicos de saúde para pacientes remotamente. 

 

Dispositivos médicos – Aparelhos que auxiliam no diagnóstico, cura, mitigação, tratamento, monitoramento ou prevenção de doenças.

 

Saúde da mulher – Startups focadas especificamente em fornecer produtos de saúde e serviços para mulheres.

 

Saúde mental – Empresas que aplicam a tecnologia para ajudar as pessoas com distúrbios de ordem emocional e psicológica, e para promover o bem estar social.

 

Medicina regenerativa – Empresas envolvidas em pesquisa e desenvolvimento ou comercialização de terapias com genes, terapias celulares e tecidos de engenharia biológica. 

 

CASO DE SUCESSO

 

A MedSimples, uma HealthFinTech, presente no mercado desde 2018. Ela surgiu como uma plataforma de informações em saúde, e atualmente fornece três soluções para algumas das principais dificuldades presentes no setor de atendimentos médicos.

A primeira solução, de triagem digital, visa reduzir o problema de procura indevida ao sistema de saúde. Com o sistema de triagem do MedSimples, é possível reduzir custos em saúde, bem como o tempo de filas em pronto-atendimento e tratar como urgência quem realmente necessita deste tipo de atendimento.

Também sabemos que aproximadamente 70% do tempo de uma consulta médica é gasto com anotações em prontuário e coleta de dados do paciente. Ao mesmo tempo, os pacientes têm uma grande quantidade de tempo ocioso aguardando por atendimento nas filas de espera. Pensando nessas dificuldades, estamos em fase de desenvolvimento do nosso sistema de pré-consulta, em que o paciente, antes de ser atendido, consegue fornecer dados úteis ao atendimento, como doenças prévias, medicamentos de uso contínuo, alergias a medicamentos, além de responder um questionário específico sobre a sua queixa.

Além das soluções de triagem e pré-consulta, o MedSimples fornece uma plataforma de teleatendimento médico. Através dela é possível realizar consultas, registro em prontuário eletrônico, prescrição médica e solicitação de exames. A proposta é que a experiência da telemedicina seja o mais confortável possível para ambas as partes e venha para adicionar uma nova camada de atendimento médico, e nunca para substituir o atendimento presencial.

A tecnologia oferecida no MedSimples proporciona um novo patamar de aproximação entre médico e paciente, ao passo que disponibiliza o tempo da consulta para realmente tomar as dores do paciente, enquanto permite ao médico ocupar o seu tempo com questões mais importantes e subjetivas, envolvendo a conduta médica.

 

Afinal, a Medicina não é simples, mas que ela pode ser simplificada.

 

Curtiu o assunto? Clique aqui e saiba mais sobre inovação em saúde com a MedSimples!

 

Comentários

Dicas para médicos

Assuntos que fazem a diferença no seu dia a dia