Inteligência artificial: Os benefícios que proporciona ao atendimento médico

18/12/2020

A inteligência artificial (IA) é uma área de pesquisa da ciência da computação que busca, através de símbolos computacionais, gerar mecanismos e/ou dispositivos que consigam basicamente reproduzir a capacidade do ser humano de pensar e resolver problemas.

 

Obviamente, não demoraria muito para que essa tecnologia compreendesse a saúde e suas pesquisas intermináveis. Os médicos foram cativados pela inteligência e capacidade dos computadores que processam um número grande de informações. Isso sem contar a influência positiva que a IA oferece na medicina como a obtenção de diagnósticos entre outros.

 

A semelhança à racionalidade humana que a IA pretende alcançar no campo da medicina visa ajudar a encontrar respostas mais flexíveis e precisas para melhores diagnósticos.

Diante disso, foi criado o termo IAM (Inteligência Artificial em Medicina) para unir os profissionais da área da saúde e cientistas.

 

Benefícios trazidos pela Inteligência Artificial na Medicina

Existem diversos benefícios que a IA pode proporcionar ao atendimento médico. Os principais são:

 

Lembretes e alertas: o profissional de saúde pode receber, através de um sistema computadorizado, notificações em tempo real sobre o estado do paciente;

 

Armazenamento de dados: o sistema pode armazenar dados importantes de pacientes e laudos de uma forma segura, facilitando a visualização de clínicos. Para evitar a invasão de hackers, é utilizado a criptografia;

 

Auxílio no diagnóstico de doenças: é possível relacionar o histórico de dados e diferentes sintomas do paciente para indicar possíveis doenças, presentes ou futuras;

 

Sequenciamento de genes: o sistema de sequenciamento tem como objetivo auxiliar oncologistas no diagnóstico e tratamento de câncer;

 

Interpretação de imagens: mais agilidade em interpretar exames ou identificar anormalidades em imagens médicas, como radiografias, tomografias e ressonâncias magnéticas;

 

Auxílio na Telemedicina: A telemedicina utiliza de tecnologias da informação e telecomunicações para o fornecer, à distância, informações e atenção médica à pacientes e profissionais de saúde.

 

Desafios e cenário no Brasil

 

Um desafio dos desenvolvedores de inteligência artificial está em caracterizar corretamente os pontos da medicina que mais precisam destes sistemas.

 

No Brasil, podemos encontrar programas baseados na inteligência artificial em algumas instituições como o Hospital Israelita Albert Einstein, onde há aparelhos de imagem capazes de apontar possíveis doenças e notificar o médico automaticamente.

 

Quando se fala em inteligência artificial aplicada à saúde, especialmente na medicina diagnóstica, as perspectivas são encantadoras. Contar com máquinas que aprendem com os erros e passam a trabalhar cada vez melhor dia após dia gera a expectativa de uma evolução histórica na área. 

 

Gostou do conteúdo? Interaja conosco e deixe seu feedback.

 

Comentários

Dicas para médicos

Assuntos que fazem a diferença no seu dia a dia